2019 / 12 / 14         17~22°C         70~95%
A operação do aeroporto requer técnicas profissionais e instalações de software e harware de segurança, enquanto a qualidade dos serviços prestados aos usuários do aeroporto deve seguir os padrões reconhecidos internacionalmente. Para dominar plenamente a tendência de desenvolvimento internacional, e aprender o padrão de gestão excelente dos parceiros da mesma área, bem como manter actualizado e evitar o risco de ser marginalizado, a CAM tem participado activamente nas plataformas de cooperação internacional e regional, incluindo o Conselho Internacional de Aeroportos (ACI) do nível internacional, a Aliança de Aeroportos da Ásia Oriental (EAAA) ,Associação de Aeroportos Civis da China (CCAA) ,do nível regional e a Reunião Regional do Fórum dos Cinco Principais Aeroportos(A5). Além disso, a CAM também se concentra nas suas próprias vantagens para construir a uma aliança de aeroportos, no intuito de unir a indústria e criar uma plataforma para troca de informações, de intercâmbio e cooperação. Assim, a CAM tem realizada a geminação com vários pequenos e médios aeroportos nacionais e internacionais, e organiza regularmente a Conferência de Aeroportos da China e dos Países de Língua Portuguesa em Macau, para construir uma plataforma de intercâmbio e cooperação entre a China Continental, Portugal e Macau.

O Fórum Para Cinco Aeroportos do Delta do Rio da Pérola

O Fórum dos Cinco Principais Aeroportos do Delta do Rio das Pérola (designado simplesmente por A5) que começou em Julho de 2001, foi proposto pelo Aeroporto Internacional de Hong Kong, e tem as seguintes direcções de cooperação: criar em conjunto a marca de serviço da região do Delta do Rio das Pérolas, aumentar a competitividade global e promover o desenvolvimento económico da região; os princípios da cooperação do A5 são: cooperação conjunta, apoio mútuo, exploração inovadora e desenvolvimento conjunto. Os membros naquela época incluíram: o Aeroporto Internacional de Hong Kong, o Aeroporto Internacional Baiyun de Guangzhou, o Aeroporto Internacional de Macau, o Aeroporto Internacional Baoan de Shenzhen e o Aeroporto de Zhuhai. Os representantes dos membros do Fórum concordam com a realização regular de reunião, e de 2001 a 2003, os membros organizaram por turnos a reunião ordinária, mas depois então, não foi realizado mais o fórum.

Em 2 de Junho de 2007, o A5 foi realizado de novo em Hong Kong, e o vice-ministro da CAAC daquela época, Sr. Gao Hongfeng, o director do Departamento dos Transportes da CAAC, Sr. Wang Ronghua, o director do Gabinete dos Assuntos de Taiwan, Hong Kong e Macau, Sr. Pu Zhaozhou, o director geral da Administração das Regiões Central e Sul da CAAC, Sr. Huang Suifa e os representantes dos cinco principais aeroportos da região do Delta do Rio das Pérola participaram na reunião. Com apoios da CAAC, os cinco principais aeroportos, incluindo a Corporação de Administração de Aeroporto de Guangdong, a Administração de Aeroporto de Hong Kong, a Autoridade de Aeroportos de Shenzhen, a CAM e o Grupo de Aeroportos de Zhuhai, concordaram em reiniciar e ampliar a cooperação e o intercâmbio dos cinco principais aeroportos, e estabelecer um mecanismo de cooperação mais estreita com base na plataforma original.

A 1.ª Reunião de Presidentes dos Cinco Principais Aeroportos do Delta do Rio das Pérola teve lugar em 7 de Março de 2009. Aproveitando a implementação do “Esboço da Reforma e Plano de Desenvolvimento para a Região do Delta do Rio das Pérolas”, os presidentes dos cinco principais aeroportos da região do Grande Delta do Rio das Pérolas reuniram-se em Guangzhou, e participaram no “Seminário de alto nível sobre a implementação do ‘Esboço da Reforma e Plano de Desenvolvimento para a Região do Delta do Rio das Pérolas’ pelos cinco principais aeroportos da região do Delta do Rio das Pérolas”, e assinaram em conjunto a implementação das “Linhas Gerais do Planeamento para a Reforma e Desenvolvimento da Região do Delta do Rio das Pérolass” pelos cinco principais aeroportos da região do Delta do Rio das Pérolas”, bem como chegaram a consenso em seis áreas, incluindo o desenvolvimento e o posicionamento dos cinco principais aeroportos, a expansão do espaço aéreo da região do Delta do Rio das Pérolas, etc.

Seis consensos alcançados no Fórum:

1. Implementar plenamente a disposição e a estratégia de desenvolvimento dos aeroportos civis da China, conforme o posicionamento do país sobre os aeroportos do Grande Delta do Rio das Pérolas: salvaguardar a posição central do Aeroporto de Hong Kong na aviação internacional, continuar a construir o aeroporto internacional maduro da China e consolidar a sua posição do aeroporto internacional; esforçar-se por criar o Aeroporto Internacional Baiyu de Guangzhou como um centro de transporte complexo da China, “consolidar a sua função central de radiação e aumentar a competitividade internacional”; melhorar o nível de serviço, acelerar a construção de instalações de software e hardware, desenvolver o Aeroporto de Shenzen como um “Grande aeroporto importante”; construir o Aeroporto Internacional de Macau como um modelo de aeroporto pequeno e médio multifuncional; continuar a desenvolver o aeroporto de Zhuhai, criar a base da indústria de aviação da região do Sul da China, a fim de contribuir à prosperidade da sociedade económica da região do Grande Delta do Rio das Pérolas.

2. Esforçar-se em conjunto por expandir o espaço aéreo da região do Grande Delta do Rio das Pérolas para o país, para que se torna como uma área de teste para voos a baixa altitude da China.

3. As partes desenvolvem de forma activa a cooperação e o intercâmbio em formação, construção de aeroporto e serviços de negócios, para formar um bom ambiente de cooperação e competição.

4. Os aeroportos servem como aeroporto alternativo de outro, e compartilham as conquistas e experiências na área de gestão de segurança.

5. Esforçar-se por obter apoios do governo na construção de centro de transporte complexo orientado por aeroporto.

6. Esforçar a construção das cidades de aviação, desenvolver a economia de aeroporto, para prestar melhores serviços à economia e à sociedade da região do Delta do Rio das Pérolas.